30 março 2009

G20

Esta é a semana da reunião do G20, onde se irá discutir a crise internacional, bem como possíveis medidas e políticas para a combater. Penso que não será descabido pensar que nos próximos meses o G20 avance com uma proposta de reforma do sistema financeira internacional. Entretanto, esperemos que a reunião de Londres sirva para convencer alguns dos governos mais renitentes que é preciso actuar decisivamente face à crise económica internacional. Entre estes, esperemos que os líderes europeus acordem da letargia e comecem a introduzir medidas mais agressivas de combate à crise económica.

1 comentário:

Antonio disse...

G20. A nosssa salvação. Por acaso umka boa parte das trapalhadas da actual crise vieram dos paises do G20.

E desta reunião não vai sair nada de concreto. Primeiramente porque ninguem tem a certeza de como sair do buraco.

Seguidamente porque há interesses divergentes. E muito.

Em terceiro lugar,porque só haverá condições politicas e psicológicas para fazer grandes mudanças depois de haver um colapso. Que poderia ser um guerra, um verdadeiro colapso financeiro etc. A história diz-nos que as grandes decisões só se tomam em condições de grande dramatismo.

E por enquanto andamos apenas a jogar ao monopólio.

Desengane-se quem possa imaginar que desta reunião saia qualquer coisa mais do que uma declaração de intenções.

Lamento ser um profeta da desgraça. Se não tiver razão retrato-me. Porque eu gostaria de não ter razão.

Antonio