31 março 2009

MELHORES ESCOLAS

Ora, aí está uma boa medida. Ontem, o primeiro-ministro anunciou a requalificação de 5o escolas muito degradadas, nas quais haverá um investimento público e comunitário no valor de 175 milhões de euros. Acho muito bem. Se achamos mesmo que a solução para a crise passa pelo investimento público (o que não é certamente linear), é exactamente com pequenos (mas muitos) investimentos que conseguiremos ajudar a retoma da economia, e não através de sonhos megalómanos com obras faraónicas. Apesar de soar bastante a uma medida eleitoralista (o que é normal num ano com 3 eleições), esta é uma notícia que merece o nosso aplauso.Pelo menos no papel. Veremos na prática.

7 comentários:

Gi disse...

Estou completamente de acordo consigo neste ponto, Álvaro.

Luis disse...

não conhecia este seu cantinho. Depois de o ouvir na prova oral da antena 3 fiquei com vontade de comprar o livro, mas a crise ainda não deixou.
Gostei imenso das suas ideias.
Vou passar a ser cliente assíduo aqui da sua barraca.

Gi disse...

Mas... ver este post do 31 da armada.

Gi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Antonio disse...

Melhores escolas. Evidentemente. Mas anunciar isso como se fosse uma obra de caracter excepcional e não como uma tarefa de todos os dias é que é algo digno de um vendedor de banha da cobra.

Meu caro Álvaro, não há dia nenhum que eu não dedique uma parte do meu dia a inovar e melhorar a minha empresa.

Pequenas coisas todos os dias multiplicadas por 365 dias faz a diferença.

Agora alardear que vai intervir em escolas muito degradas é dizxer que permitiu que muitas escolas chegassem a um nivel vergonhoso de degradação. E isso é inadmissivel.


Um país evoluido e equlibrado não necessita de ter as melhores coisas do mundo. Para isso temos a China ou a India que ao lado do melhor têm o pior. Um país desenvolvido nem sequer tem de ter o TGV. Agora o que não deve ter é muitas escolas degradads e um 1º min. a gabar-se de que as vai mandar arranjar.

Antonio

Alvaro Santos Pereira disse...

Caro Luís,

Obrigado pelo interesse e benvindo ao Desmitos. Participe, critique e faça perguntas, pois é disso que o blogue vive.

Gi,
Muito interessante o post do 31 da Armada. A política nunca nos deixa de surpreender... ou será que não...

António,
Pois tem toda a razão. Também acho inadmissível, assim como acho inadmissível que andemos a pensar num TGV quando as nossas estações de comboios são o que são: degradadas, sujas e sem condições.
Mesmo assim, vale mais tarde do que nunca, não é?

Abraço a todos e obrigado

Alvaro

Manacá disse...

Concordo que a medida é boa. Já agora, fica a nota que as escolas do 1º ciclo do concelho de Viseu vão todas ter sistema de Wireless. Está a ficar moderna a nossa cidade!
António Carlos