31 março 2009

A GRANDE CRISE AMERICANA

Aqui está um documentário muito interessante sobre algumas das consequências que a crise está a ter em muitas cidades americanas. Esta reportagem da televisão pública canadiana, a CBC, vai até algumas das zonas mais afectadas, como Detroit e a Flórida, e analisa o impacto da crise nessas regiões. Só para termos uma ideia, em Detroit, o coração da indústria automóvel americana, e que já se encontra numa tendência decrescente há décadas, a crise do subprime arrasou partes da cidade. Há tanta gente que não consegue pagar as suas casas e há tantas casas no mercado que os preços têm caído vertiginosamente. Por incrível que pareça, o preço médio de uma casa em Detroit que foi transaccionada no último ano ronda os ... 6 mil dólares. Sim, 6000 dólares. E a oferta de casas em "foreclosure" (devolvidas aos bancos) é de tal ordem que há casas que vendem por meia dúzia de patacas ou centenas de dólares. Deste modo, não é de surpreender que o êxodo de Detroit continue. Só nas últimas 2 ou 3 décadas, a cidade perdeu mais de um milhão de habitantes. A crise do subprime e agora a crise da indústria automóvel só irão certamente agravar a tendência.

4 comentários:

Gi disse...

Olá Álvaro,
Uma pergunta que pode ser estúpida: não poderão as famílias que ficaram sem casa por não conseguirem pagar os respectivos empréstimos comprá-las agora novamente aos bancos que as estão a revender muito mais baratas?

Socrates disse...

Sem dúvida uma visão impressionante.

Bons tempos para quem quiser investir no médio-longo prazo no sector imobiliário de Detroit?

João Bispo disse...

Gi: Bem, segundo o vídeo deste site, podem.

http://www.crisisofcredit.com/

Porque ao que parece, na America, a partir do momento em que se devolve a casa ao banco, termina a dívida.

Alvaro, se tiver tempo para ver o vídeo, pode confirmar se o que diz está correcto? (se não o viu já)

Gi disse...

Obrigada pelo link, João Bispo, o filme está muito bem feito.