24 fevereiro 2008

DESEMPREGADOS COM CURSO

Esta é a lista das cursos com o maior número de diplomados inscritos no centro de emprego. Mais do que os números absolutos, interessa analisar os números relativos, isto é, que percentagem de licenciados de uma instituição estão desempregados. Mesmo assim, de certeza que estes são números que ainda irão dar muito que falar. E ainda bem.

2 comentários:

Alfred the Pug disse...

Realmente interessante. Seria bom de notar que muitas vezes os alunos que se inscrevem nestes cursos o fazem para ter um curso, sem pensar na saída profissional. Outra coisa interessante é o facto das quotas de entrada na faculdade não estarem ligadas ao que o mercado necessita. Mas sinceramente, o mercado de trabalho de Portugal não sabe ser original ou mesmo forward-looking. Estamos sempre a ver o que se faz lá fora. E o que é que se faz lá fora?

Por exemplo, de acordo com o artigo do NYT que citaste há dias, os economistas agora fazem experiências controladas para ver como é que a economia funciona--experimental economics. Isto não é por si tão inovador como parece, pois é uma técnica bastante usada em psicologia, medicina, etc. Claro está que é basicamente estatística aplicada.

E isto leva-me a notar outra coisa. Eu acho que o ensino em Portugal é um paradoxo interessante. Por um lado, exige-se bastante dos alunos e penso que o nível de educação é bastante bom comparado com outros países como os EUA (eu tive o "prazer" de ensinar alunos americanos do terceiro ano em Gestão Agrícola que nem sequer sabiam dividir 80.000 por 10.000).

No entanto, acho que em Portugal os alunos nao aprendem a aplicar os conhecimentos; nisso é que o ensino Americano, especialmente de mestrado e doutoramento, é muito superior. De que vale saber bem algebra linear se não se sabe como aplicá-la a problemas reais?

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o post anterior, como aluno, vejo-me realmente a aprender certas matérias que não me irão dar grande utilidade, e os professores não dão exemplos práticos, para os poder aplicar, apenas despejam matéria no quadro...

Quanto aos cursos em si, cada vez mais acho que um curso superior tem menos valor, pelo menos na vida profissional, contudo é excelente para o maior desenvolvimento da pessoa em si, abrir horizontes, e ter mais capacidade de organização e argumentação.

Concluindo, é cada vez mais uma realização pessoal...

Nero_azurra