10 fevereiro 2008

JUROS E O EURO _ PERGUNTAS DOS LEITORES (4)

O Sérgio Leal pergunta: "Esta conjuntura, especialmente com a valorização do euro, nao quer dizer que o banco central europeu vai ter que necessariamente baixar a taxa de juros de modo a poder competir nos mercados internacionais? como é que a Mercedes e a BMW vão vender nos Estados Unidos? Será que os mercados asiaticos vão ajudar a conter a crise? Serão estes mercados neste momento fortes o suficiente para ajudar as exportacoes europeias?"
Se os europeus querem que o euro páre de se valorizar é preciso fazer com que o diferencial das taxas de juros entre os Estados Unidos e a Europa deixe de aumentar. Como a tendência dos Estados Unidos é de descida, as taxas de juro europeias têm que baixar para que o euro estabilize. Será que isso irá acontecer? Provavelmente. No entanto, é também provável que as taxas de juro europeias não baixem tão rapidamente como as americanas. Porquê? Porque existem alguns indícios de um aumento da inflação na Europa e por causa do próprio mandato do Banco Central Europeu. O BCE tem como responsabilidade somente a estabilidade dos preços. Contrariamente à Fed, nada no mandato do BCE exige que o banco europeu se preocupe com a economia real, só com a subida dos preços. E assim não é de esperar que o BCE se preocupe em demasia com a evolução das exportações europeias.
O que é que os europeus podem fazer? Sem dúvida que parte da resposta das empresas europeias à subida do euro tem que passar por uma diversificação dos mercados. E sem dúvida que a evolução das economias asiáticas é fundamental para diminuir o impacto de uma possível recessão na economia americana.

1 comentário:

Alfred the Pug disse...

Os carros da BMW são construídos nos EUA de peças importadas da Alemanha. Sendo assim, a pressão para o aumento do preço não é tão grande.