27 abril 2011

A PRIORIDADE DA EDUCAÇÃO

Um dos temas principais do  meu livro é a questão da Educação. A razão é simples: Os nossos indicadores educativos são de tal modo sofríveis, que não é difícil concluir que este é um dos principais motivos que ajuda a explicar a baixa produtividade nacional e que, deste modo, mais contribui para os nossos problemas de competitividade. Por isso, para além de uma análise dos nossos indicadores, o livro inclui um conjunto de propostas destinadas a reformar o sector educativo, as escolas e o ensino superior. O Ramiro Marques, investigador na área das Ciências da Educaçção e autor do blogue Profblog, já leu as páginas referentes à Educação e já começou a debater algumas das propostas do livro (aqui, aqui, aqui, e principalmente aqui). 

1 comentário:

prof ramiro marques disse...

Obrigado pela referência. Voltarei a analisar e a divulgar as propostas de ASP no livro Portugal a Hora da Verdade porque vejo nelas uma saída para a crónica falta de competitividade de Portugal. Partilho a ideia de que a principal razão para a nossa falta de competitividade reside na persistência de um modelo educativo errado que favorece o facilitismo e o faz-de-conta. É um modelo desfasado da realidade, romântico, caro e ineficaz.