18 junho 2008

MALÁRIA EM PORTUGAL

Sabia que a malária já foi endémica em Portugal? Eu não sabia, pelo menos até ter começado um trabalho sobre o assunto. Pois é, parece incrível mas é verdade. A malária era uma das grandes doenças nacionais até aos anos 50. Mais de 40 a 50 mil pessoas ficavam infectados todos os anos com a doença, muitos dos quais pereciam (a figura acima dá-nos a evolução do número de infectados anualmente). O impacto da malária era significativo, principalmente no interior e nas regiões mais rurais. O rio Sado, partes de Portalegre, Coimbra, Aveiro, Évora e Faro, eram as regiões mais afectadas. Os mais pobres eram quem mais sofriam com a doença. As cidades eram pouco afectadas.
O grande combate contra a doença deu-se a partir dos anos 30 e, principalmente, nos anos 40, quando o DDT foi utilizado para pulverizar as zonas mais afectadas e quando centenas de milhares de comprimidos de quinina (e derivados) foram utilizados no combate à malária. A estratégia teve tanto sucesso que a Organização Mundial de Saúde declarou Portugal livre de malária em finais dos anos 50.
Um sucesso que nos devemos orgulhar e que demonstra que, quando queremos, conseguimos feitos admiráveis. Quão admiráveis? Muitíssimo admiráveis. A doença já era endémica em Portugal há milénios, tendo inclusivamente sido referenciada por poemas de Gil Vicente.
Quem disse que não fazemos nada de jeito?

4 comentários:

Tiago Moreira Ramalho disse...

é pena que os media só passem aquilo em que somos maus e nunca passem estas grandes vitórias. viva o pessimismo!

Alvaro Santos Pereira disse...

Tiago

Tem toda a razão. O pessimismo parece ser a única corrente existente em Portugal.

Abraço

Alvaro

Gi disse...

Há quem diga que já teria sido possível erradicar a malária de África se não tivesse sido proibido o uso do DDT.

Há ainda no Algarve pessoas com um tipo de anemia relacionado com a malária, com glóbulos vermelhos menos eficazes do que os normais mas menos vulneráveis à malária.

Anónimo disse...

Bom dia.
Gostava de obter mais informação relativamente a existência de malária na zona centro mais propriamente na Cidade de Coimbra.Será que me pode ajudar?
Agradecia que me respondesse para o meu email que é Brunoemanuelsantos@gmail.com
Abraço e obrigado pela atenção