21 novembro 2010

BAILOUT INEVITÁVEL

Era inevitável dado os montantes da dívida do sector bancário irlandês. Resta saber as condições e se o governo da Irlanda cedeu na questão fiscal. A grande questão para nós é saber se e quando nós seremos os senhores que se seguem. De uma coisa podemos estar certos, um bailout à Irlanda será muito diferente de um eventual bailout a Irlanda.

1 comentário:

democracia participativa disse...

Não há ses. Infelizmente seremos os próximos.É triste que passado estes anos todos, pela terceira vez o FMI entre em Portugal.Costuma-se dizer à primeira todos caem, à segunda alguns mas à terceira só cai quem quer.Que classe politíca tão vergonhosa nós temos.O PAÍS para ir ao sítio necessita futuramente de homens com um H grande e não de serviçais.