12 novembro 2010

CORTES MALVINOS

Alguns almirantes britânicos alertaram recentemente que os cortes na Defesa planeados pelo governo de David Cameron poderão fazer com que, mais cedo ou mais tarde, a Argentina ataque as Malvinas... Como, ainda por cima, se descobriu petróleo na região há pouco tempo, esses mesmos almirantes defendem que uma invasão argentina poderia pôr em causa os interesses económicos da Grã-Bretanha. Nada como apelar aos sentimentos nacionalistas ou à segurança nacional para tentar inverter cortes de despesa draconianos. Veremos se o primeiro-ministro cede.

2 comentários:

antonio disse...

Corte-se primeiramente no superlfuo. E evite-se cortar no essencial. As forças armadas são essenciais para desempenhar funções de soberania. É muito tentador cortar nas forças armadas. Porque elas só fazem falta quando há problemas sérios.

È pois necessário ter uma visão estratégica de longo prazo para gerir umas frças armadas.

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Ingles. Daienne