23 novembro 2010

O CONTRAFACTUAL PRESIDENCIAL

Ao ouvir as declarações de Manuel Alegre sobre a greve geral de amanhã, dei por mim a pensar no seguinte contrafactual: o que é que nos teria acontecido se Manuel Alegre (ou, para todos os efeitos, Mário Soares) tivesse sido eleito presidente em 2006? Se hoje estamos como estamos, a que estado teria chegado o despesismo e a irresponsabilidade se as eleições de 2006 tivessem tido outro resultado? Que danos mais teriam sido cometidos contra as gerações futuras e os governos vindouros?
Seria bom que os(as) indecisos(as) e/ou os(as) que não pensam em votar meditassem nessa intrigante possibilidade antes de tomarem a decisão final de ficar em casa no dia 23 de Janeiro.

2 comentários:

Paulo disse...

A verdade é que o actual Presidente também pouco ou nada fez para impedir este estado de coisas. De que lhe vale dizer que alertou o governo, se este prosseguiu como bem entendeu?
Na minha modesta opinião, no passado, já foram demitidos governos com actuações bem menos lesivas para o país...

Anónimo disse...

Mas o Sr. Cavaco Silva prestou algum serviço ao país enquanto Presidente da República para além da sua retórica inútil e enfadonha, e de se ver envolvido em polémicas graves que convenientemente serão esquecidas na hora de votar?

Caro Alvaro, não atire areia para os olhos dos seus leitores!